Bolsonaro defende liberdade a médicos no tratamento precoce

Em discurso nesta segunda-feira, presidente também defendeu retorno ao trabalho

Presidente Jair Bolsonaro Foto: PR/Alan Santos

O presidente Jair Bolsonaro defendeu que os médicos tenham “liberdade total” para receitar medicamentos do chamado tratamento precoce contra a Covid-19. A fala ocorreu durante discurso, em cerimônia de entrega de imóveis do programa Casa Verde e Amarela, em São Sebastião (DF), nesta segunda-feira (5).

– O Brasil precisa voltar a trabalhar. Estarei em Chapecó esta semana com o prefeito João Rodrigues, onde fez um trabalho excepcional no tocante a recursos dados pelo estado no atendimento, na ponta da linha, de quem precisava do tratamento. Uma obra fantástica. Um exemplo a ser seguido. Por isso estou indo pra lá. Para não só ver, mas mostrar para todo o Brasil que o vírus é grave, mas seus efeitos têm como ser combatidos. E mais ainda, naquele município o médico tem liberdade total para trabalhar com o paciente. Total. E esse é um dever do médico. Uma obrigação e um direito dele.

Declaradamente contra o lockdown, o presidente disse ainda que as medidas de combate ao vírus não podem ser mais danosas que a própria doença.

– Bato na mesma tecla desde março do ano passado. Temos dois problemas pela frente gravíssimos ainda: o vírus e o desemprego. E também sempre bati na mesma tecla: as medidas para combater o vírus, os seus efeitos colaterais, não podem ser mais danosos que o próprio vírus. O Brasil precisa voltar a trabalhar – reiterou.

Thamirys Andrade – 06/04/2021 12h42 | atualizado em 06/04/2021 12h43

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *